quarta-feira, 18 de março de 2009

Tô indo. Venham!



Quando postei essa imagem, há mais de meio ano, imaginava viver dias melhores. Um arrastão tinha passado por essa minha vidinha e estava que certa que, decisões tomadas, a destruição se reconstruiria num piscar de olhos. Pois bem.

Não consegui me mudar de casa, então, melhorei a que eu tinha. Assumi mais trabalho e responsas, dívidas necessárias, dúvidas tantas. Mal sabia eu que tinha de dar um tempo pra que a vida andasse de novo do jeito que eu sempre quis. É sábio trilhar certos caminhos até o fim. Viver o que deve ser vivido até o último instante. E deixar as coisas correrem a seu tempo. A ansiosa aqui achava tudo isso um grande clichê. Hoje, rendeu-se. Nada é assim automático na vida real. Quer você queira, quer não.

Rebobinando:

Quando postei essa imagem, há mais de meio ano, foi pensando em morar exatamente no predinho charmoso, antiguinho e aconchegante para o qual me mudarei em alguns dias. Ele sempre esteve ali, no caminho do trabalho pra casa, sorrindo pra mim. O muro coberto de hera, os pinheiros altos e elegantes, os janelões abertos revelando cortinas brancas e esvoaçantes. Peregrinei por todas as casas e prédios disponíveis na cidade e nada me agradava. Até que ontem peguei o último molho de chaves na Imobiliária pensando: "Cansei. Não me mudo até achar o que quero. Vou ver esse apê e dar um tempo." Não identifiquei de cara o endereço. Quando cheguei, mal podia acreditar que era lá o tal apê, no predinho que eu namoro há dois anos, antes mesmo do arrastão passar.

Tô feliz, planejando coisas, encaixotando as tralhas, sonhando em acordar feliz e dar bom dia ao mundo da varanda com floreira. Já vejo as pessoas amadas ali, meus moveizinhos queridos todos dispostos com alegria por aquele espaço ventilado, que se abre pra luz.

Que essa luz entre aqui dentro também. Que essa casa nova seja abençoada, como disse uma amiga querida hoje, uma amiga de muita fé.

Vou ali voltar a ser a velha-Patricia-nova. Convite pra conhecer a casa e (re)conhecer a Patrícia já estão valendo. Espero vocês.

11 comentários:

Mara De Santi disse...

Muito, muito, muito feliz pelo seu novo canto, amore! Torço pra tudo dar certo.. e vai dar! E não é que você vai virar a Amelie de vez? Morando num canto tão charmoso assim... Pode colocar a água no fogo e preparar as xícaras: quero tomar um café fresquinho olhando pela sacada! Beijos, amiga!

Ângela Storolli disse...

PATY, seja feliz sempre e conte comigo!!!
Tb quero te visitar quando mudar!
Li que vc estava esperando a resposta sobre seus cachorrinhos,eles estão protegidos pela lei,claro que poderão ir com vc!
Beijos, amiga!

andre marcondes disse...

então vai ser esse novo lar que eu vou visitar em breve... bjs

Mirela das Neves disse...

Posso levar o violão??

Pois o café sei que é garantidoo!!

Tô muito feliz por você!!

Beijãoo

=]

Bidola disse...

Heeey! Que ótimooo, Pati! São histórias como essa que me fazem acreditar no Segredo! hehe Boa sorte na nova casa!

disse...

Viva a Paty,
Parabéns!!!
Beijo

Foncati disse...

demais, Pati. fico muito feliz ao ler esse post :D

Aline disse...

Que felicidade! Que a nova casa traga outro arrastão, só que agora de coisas boas! Também quero fazer uma visita... Quem sabe, né?
Te desejo toda a felicidade, Pati. Não preciso de muito pra saber que você merece demais!
Beijos.

enio disse...

Fiat lux!

Central Perk disse...

Obrigada a todos vocês pelo carinho. A casa nova é de vocês.

Carol Baggio disse...

opa, to atrasada, mas cheguei!!! que esse novo lar seja uma novo point de alegrias, amores e inspirações...
quero conhecer também!!!
boa sorte, linda!!
beijos